A importância da gestão de processos para a construção civil - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

A importância da gestão de processos para a construção civil

É recorrente que a construção civil não tenha uma fama muito boa popularmente. Fala-se do alto custo dos serviços, da mão de obra desqualificada, do não cumprimento dos prazos, da qualidade decepcionante do resultado da obra, dentre outras questões. A gestão de processos é uma das medidas que poderá amenizar os problemas que geram essa percepção quanto à área no mercado.

Assim como qualquer empresa, uma construtora precisa lidar com diferentes tipos de gestão. Afinal, nem tudo diz respeito ao momento imediato da execução da obra. Fatores financeiros, jurídicos, de marketing, recursos humanos e afins também fazem parte dos processos de interesse desse tipo de organização.

A gestão de processos, nesse sentido, é uma das ferramentas mais importantes por seu impacto em diferentes áreas do negócio. Vamos falar sobre o assunto!

O que é gestão de processos?

Todo empreendimento é composto por uma série de processos que garantem o seu funcionamento. Apesar da divisão entre setores ou mesmo de tarefas, o fato é que cada processo influencia no outro. Sendo assim, é possível que, em uma construtora, um problema no setor de RH, por exemplo, gere consequências complicadas que se arrastam até a entrega do produto ao cliente e, não raro, depois disso.

A gestão de processos evita esse tipo de transtorno. Ela consiste em uma metodologia que define, analisa e gerencia todos os processos de uma organização, visando sempre a qualificação de cada um deles. Dentre os elementos mais importantes a serem gerenciados nos processos da construção civil estão:

— Finanças: lidam com os recursos da empresa, orçamentos, fluxo de caixa (entradas e saídas), dentre outras questões;

— Eficiência: gerencia o aproveitamento dos recursos, de modo a otimizar sua utilização a partir da redução de desperdícios e procedimentos afins;

— Relação com o cliente: lida com a cliente da construtora desde sua captação até a sua fidelização à marca, trabalhando e oferecendo informações que auxiliem no cumprimento das expectativas que o consumidor tem em relação ao produto;

— Operações: lida com os processos de ponta, isto é, aqueles que executam as principais tarefas relacionadas diretamente ao produto ou serviço oferecido pela empresa, que no caso da construtora é a edificação.

Qual a finalidade da gestão de processos em uma construtora?

Como já ficou subtendido, a gestão de processos em uma construtora tem como função ampliar o conhecimento sobre as funções de cada setor, estabelecer uma atuação articulada entre eles, com o objetivo principal de alinhar e qualificar seus procedimentos e resultado final.

Qual a importância da gestão de processos?

A gestão de processos oferece diversas vantagens para o negócio. Ela possibilita um conhecimento mais amplo e apurado dos procedimentos e condições do empreendimento, o que permite tomadas de decisões e estratégias mais assertivas.

Além disso, ela contribui para melhorar a comunicação entre colaboradores e setores, reduzir custos administrativos e materiais. Como seu principal efeito, uma vez que se passa a ter uma atenção diferenciada para a qualidade, temos a otimização da percepção e satisfação do cliente com a marca.

Dessa maneira, a gestão de processos é importante para a construção civil, por que essa área é, como várias outras, uma atuação de mercado, com todos os componentes próprios a uma empresa. Continue se informando sobre assuntos de gestão de interesse do construtor lendo também o artigo: Gestor de obras: conheça as principais características!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.