Chapas de aço: 3 decisões fundamentais para comprar um portão - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Chapas de aço: 3 decisões fundamentais para comprar um portão

Essencial para conferir segurança e privacidade, o portão é um dos itens principais de um imóvel. Além do material a ser usado na sua construção, outros três itens devem ser levados em consideração antes da compra para garantir a praticidade e otimizar o espaço e o visual do ambiente. Neste post, vamos dizer quais são e dar algumas opções para ajudar você a escolher o modelo que mais se encaixa com o perfil do seu projeto ou da sua construção. Confira:

Qual o estilo do portão?

– Liso: Esse modelo é o que proporciona mais privacidade e segurança, já que não tem nenhuma abertura. Isso garante que ninguém veja o que há dentro do imóvel, mas também impede que quem está dentro dele veja o que se passa do lado de fora. Por isso, é recomendado a associação com um sistema de monitoramento.

– Gradeado: O portão gradeado proporciona um visual mais moderno ao imóvel, além de permitir o arejamento e a entrada de iluminação no ambiente. Em contrapartida, a privacidade diminui. Por ser vazado, esse estilo demanda menos material e por isso pode ser mais barato que os outros modelos. As grades podem ser horizontais ou verticais.

– Frisado: Pode ter frisos grandes ou pequenos, horizontais ou verticais. É uma alternativa ao estilo liso, conferindo mais leveza ao design, mas sem deixar de lado a privacidade. No mercado, há chapas de aço frisadas feitas sob medida para portões.

– Trançado: É mais indicado em casos que a fachada não fica visível, já que pode deixar o visual muito carregado. O portão trançado também bloqueia a visão tanto de quem está dentro quanto de quem está fora, mas a estrutura permite um pouco de circulação de ar. Só portões em aço e alumínio podem ser encontrados nesse estilo.

[ebook_madeira_com_form]

Qual o tipo de abertura?

– Correr: É um dos tipos mais usados, pela praticidade da abertura. Pode ser acionado manual ou automaticamente e sem exigir muito esforço. Esse modo de abertura exige espaço lateral para o deslizamento do portão.

– Duas folhas: Mais usado em garagens, já que o portão tende a ser maior. Esse tipo é muito usado para abertura manual, pois como as duas partes são fixas, o peso é segurado pela própria estrutura do portão. Ele exige, porém, muito espaço interno ou externo do ambiente.

– Basculante: Indicado para fachadas pequenas e estreitas, sem muito espaço lateral, interno ou externo. Esse modo de abertura exige muita força manual ou do motor em caso de automatização, já que todo o peso do portão deve ser suspenso ao abrir.

Qual o mecanismo usado?

– Manual: O portão com abertura manual é ideal para orçamentos menores. Além disso, caso seja instalado o mecanismo de automatização, a estrutura não precisa de alterações.

– Automático: Pela praticidade e segurança, o portão automático é a melhor opção. A força do motor, porém, vai depender do material usado e pelo modo de abertura do portão.

A escolha para o portão de um imóvel deve levar em conta o orçamento disponível e o estilo da construção.  Os portões em aço, apesar de serem um pouco mais caros que os outros materiais, apresentam mais benefícios, como durabilidade e resistência à corrosão e oxidação. Tem alguma dúvida sobre portões? Comente abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.