Como reformar casas gastando pouco? É possível? - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Como reformar casas gastando pouco? É possível?

Depois de algum tempo de uso é comum que casas e apartamentos precisem de melhorias ou mesmo uma repaginada para mudar o ambiente. Contudo, também é comum que o orçamento seja curto. Diante disso, muitas pessoas procuram saber como reformar casas gastando pouco.

É fato que construções e reformas não são coisas conhecidas pelo baixo custo e, quando se força a barra comprando materiais de baixa qualidade, os prejuízos em médio e longo prazo aparecem aos montes!

Isso não quer dizer que isso seja impossível com um orçamento reduzido. A seguir vamos oferecer algumas dicas sobre como reformar casas gastando pouco e de maneira eficiente. Confira!

Não há como reformar casas gastando pouco sem planejar!

O desejo de reformar a casa pode vir de uma necessidade ou simplesmente de uma inquietação. Em qualquer caso, se você não tem um orçamento generoso disponível será necessário verificar o que realmente precisa ser reestruturado, por quê, urgência, dentre outras questões.

Um planejamento prévio deve detalhar esses aspectos e indicar minimamente quanto aos materiais, profissionais, prazos e custos necessários para cada ação. A partir dessas informações você poderá ir adaptando seu planejamento à sua realidade orçamentária e também identificar outros pontos, como os que vamos sugerir no decorrer desse artigo.

Saiba qual será o seu limite de gastos com a reforma

Quando você pergunta sobre como reformar casas gastando pouco, o que quer dizer com “pouco”? Essa noção é variável de pessoa para pessoa. O fato é que, se você desejar realmente tirar a reforma da cabeça e transformar em realidade, precisará transformar esse “pouco” em um valor definido.

Quanto você tem disponível para investir na reforma? Procure estabelecer valores imediatos, mas também no decorrer do tempo. Afinal, será que você precisa fazer tudo de uma vez?

Elabore um cronograma de reforma

Um dos segredos sobre como reformar casas gastando pouco é planejar. O cronograma deve ser parte do seu planejamento. Como sugerimos anteriormente, é bem provável que você não precise fazer tudo de uma vez!

Mais do que isso, o cronograma e o planejamento irão te ajudar a entender quando uma ação da reforma atrapalha à outra e ordenar adequadamente cada etapa. Ao estabelecer um cronograma, pense também no reaproveitamento de materiais das diferentes ações. Isso serve tanto para a reutilização de materiais e detritos quanto para pensar na aquisição dos novos.

Explore suas habilidades e seja criterioso na contratação de profissionais

Os custos com a mão de obra são, em muitos casos, o maior gasto de um orçamento. Por isso, se você souber fazer alguma coisa, inclua-se na reforma: sabe pintar? Então deixe a pintura com você! Conhece bem de elétrica? Então cuide dessa parte.

Por outro lado, a mão de obra especializada, inclusive de base, poderá fazer muita diferença. Principalmente no caso de reformas maiores, um engenheiro ou arquiteto poderá conhecer várias maneiras sobre como reformar casas gastando pouco e sua contratação poderá acabar gerando economia no fim das contas.

Tanto no que se refere à contratação de mão de obra quanto na aquisição de materiais, o segredo sobre como reformar casas gastando pouco está mais nas escolhas inteligentes do que em visar o preço baixo imediato.

Profissionais pouco qualificados, “enrolados” e materiais de baixa qualidade poderão resultar em prejuízos que vão desde um resultado ruim e pouco durável, até maiores gastos cotidianos com contas básicas, como luz e água.

Sendo assim, o foco da sua economia deve ser estratégico. A escolha de fornecedores e materiais práticos também são importantes para um bom orçamento de reforma. Você pode conhecer algumas alternativas nesse sentido lendo os nossos e-books.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.