Estruturas metálicas: Indústria Automobilística - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Estruturas metálicas: Indústria Automobilística

O uso de estruturas metálicas vem crescendo bastante nos últimos anos em vários setores do mercado. Na indústria automobilística tem importância fundamental no suporte à linha de produção e montagem. Saiba mais!

Estruturas metálicas

A indústria automobilística é a segunda que consome mais aço no Brasil, perdendo apenas para o setor de construção civil. Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) mostra que o aço corresponde a quase 56% do peso de um carro, sendo mais aproveitado na carroceria dos veículos e autopeças como eixos, rodas, parafusos, biela, cilindro, estrutura do banco, entre outras.

Tipos de aço

Há vários tipos de aços, entre os mais comuns estão o aço de baixo carbono, o aço inoxidável e o aço patinável.

O aço de baixo carbono é o mais empregado na indústria automobilística devido à sua maleabilidade, ou seja, capacidade de assumir diferentes formas exigidas nas peças dos automóveis.  São facilmente usináveis e soldáveis, e apresentam baixo custo de produção. A quantidade máxima de carbono nesse aço não pode ser superior a 3%. É mais utilizado nas carrocerias dos veículos e tem um acabamento fosco comparável a um ferro fundido.

O aço inoxidável ou aço inox, como é popularmente conhecido, tem um elevado teor de cromo em sua composição. O cromo forma uma camada invisível no aço que evita sua corrosão e coloração. Esse revestimento faz com que o aço inox seja um material muito atraente no seu estado natural, sem precisar ser pintado ou receber algum outro tipo de tratamento especial.

Já o aço patinável se destaca pela resistência à corrosão atmosférica. Dependendo das condições do meio ambiente e do tempo de exposição a elas, essa resistência pode ser de cinco a oito vezes maior que a dos aços-carbono. Os aços patináveis são encontrados no Brasil sob a forma de chapas e bobinas de siderúrgicas e possuem denominações comerciais específicas. Esses produtos são chamados de “de baixa liga”, que além da resistência à corrosão, apresentam boa soldabilidade.

[bloco_newsletter]

Vantagens

São várias as vantagens da utilização de estruturas metálicas na indústria automobilística. Algumas delas são:

Baixa necessidade de manutenção: O aço é um material de alta durabilidade. A manutenção é simples e exige poucas ações preventivas e corretivas. Além disso, a resistência mecânica e a fatores como fogo, impactos e efeitos naturais prolonga ainda mais a vida útil desse material.

Versatilidade: Devido a necessidade de fazer carros mais leves e mais seguros, a indústria automobilística está substituindo o aço convencional por chapas de alta resistência. Os diferentes tipos de aço permitem uma maior variedade às montadoras.

Essas são algumas das vantagens da utilização das estruturas metálicas na indústria automobilística. Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.