Estruturas metálicas: Onde usar os perfis estruturais - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Estruturas metálicas: Onde usar os perfis estruturais

O uso industrial das estruturas metálicas no brasil vem sendo ampliado nos últimos anos, embora ainda apresente números bem menores que em países como Estados Unidos e Japão. Os perfis estruturais representam a grande versatilidade de utilização desse material, que pode ser utilizado nos mais diversos empreendimentos. Neste post, você vai ver os tipos mais comuns e recomendados de uso de cada perfil, além das vantagens proporcionadas pelo aço. Confira:

Estruturas metálicas: Perfis estruturais

Os tipos mais comuns de perfis estruturais são os feitos em H, I, L, T, U e Z. Eles são obtidos através de processos como laminação a quente, dobragens ou soldas. Geralmente, estruturas metálicas em aço são mais leves e resistentes que outros materiais como o concreto e a madeira. Além disso, aliviam as cargas nas fundações e garantem uma instalação mais rápida e precisa. Por isso, são empregadas na agroindústria, em equipamentos de transportes, nas indústrias automobilísticas e mecânica e, claro, na construção civil. Cada perfil é indicado para um tipo de uso:

Perfil em H

O perfil ou viga em forma “H” geralmente é usado para suportar cargas pesadas. Esse uso é indicado por causa da sua estrutura reforçada, composta por duas abas (também chamadas de mesas). Pilares, vigas e marquises de grandes empreendimentos são compostas por esse tipo de estrutura.

Perfil em I

As vigas em “I” são feitas de carbono laminado. Também possuem grande suporte de carga, mas têm as abas mais estreitas que os tipos em “H”. Apesar disso, são utilizadas em prédios, casas, pontes e viadutos; além do uso em indústrias mecânica, automobilística e agrícola, pela grande capacidade de sustentação.

[bloco_newsletter]

Perfil em L

Os perfis em “L” são comumente chamados de “cantoneira”. Eles geralmente são utilizados para segurar, arrematar ou servir de apoio; ou ainda fazer ligações entre elementos principais, como pilares, vigas ou tesouras. Pela elevada resistência à flexão, as cantoneiras são empregadas em torres de transmissão, serralherias, implementos agrícolas e na indústria mecânica em geral.

Perfil em T

Geralmente originado do corte de um perfil “I” ou “H”, esse modelo tem centro de gravidade que coincide com o centro da peça. Por isso, ele apresenta um bom desempenho prático. Geralmente é usado em acabamentos ou na montagem de forros.

Perfil em U

Essa peça é muito versátil. Fabricado para usos que exijam maior robustez, esse perfil apresenta alta inércia e resistência geométrica. São três diferentes tipos: simples, enrijecido e laminado. O perfil em “U” pode ser aplicado em grandes ou pequenos projetos. Alguns exemplos de uso são: viga de acabamento, escadas, colunas, equipamentos de transporte, escoramentos, etc.

Perfil em Z

Esse perfil é fabricado por laminação. É muito usado no setor de construção civil, transporte e manufatura. Pelo formato, precisa ter precisão dimensional e alta qualidade.

O aço apresenta vários benefícios ao ser comparado com outros componentes estruturais, como concreto ou madeira. A durabilidade e resistência, aliadas ao baixo peso e a praticidade de aplicação, tornam o uso das estruturas metálicas bastante recomendável e eficiente. Ficou com alguma dúvida sobre o uso dos perfis estruturais? Comente abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.