Galpão: 5 dicas do que observar antes de alugar - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Galpão: 5 dicas do que observar antes de alugar

O aluguel de um galpão é uma necessidade muito comum para empresas que desejam ampliar a capacidade de produção ou armazenar e distribuir melhor o estoque de produtos. Antes de fechar negócio, porém, é preciso dar atenção a pontos básicos, mas que vão fazer toda a diferença no funcionamento correto das operações. Neste post, separamos cinco dicas importantes. Confira:

Localização do galpão

Optar por galpões próximos as principais vias de acesso e centros comerciais é fundamental. Além disso, o imóvel deve ser atendido pelos serviços básicos (água, luz, telefone, internet e transporte público). A vizinhança também deve ser observada. Afinal, garantir a segurança da empresa e dos empregados é mais que importante. Para complementar, alguns questionamentos devem ser feitos, tais como: há outras empresas do mesmo ramo na região? Há empresas que oferecem produtos ou serviços complementares?

O ideal é, antes de concretizar a locação, visitar o galpão nos três turnos (manhã, tarde e noite). Isso ajuda ter uma ideia maior de como é o local.

Relação entre o tamanho e o uso proposto

Construir um espaço próprio envolve fatores como a busca do terreno ideal, a contratação de mão de obra e a necessidade do alvará de funcionamento. E nem toda empresa tem tempo e dinheiro disponíveis para isso. Dessa forma, muitas optam por alugar esses imóveis, pois, mesmo que um galpão não tenha sido construído para uso exclusivo de uma empresa pode se encaixar perfeitamente nas necessidades dela.

O tamanho deve ser ideal para a finalidade proposta do aluguel. Um imóvel que não comporta todos os seus funcionários ou o volume total do estoque, por exemplo, vai gerar a necessidade de locação de mais um espaço. Por outro lado, um galpão maior que a demanda vai gerar despesas desnecessárias.

Estrutura

Um imóvel com instalações em bom estado é o mínimo que o cliente deve exigir antes de assinar o contrato de aluguel do espaço. Dentre outras coisas, é necessário verificar as condições do sistema elétrico. Também a qualidade dos materiais, a existência de sistema de combate a incêndio e ausência de infiltrações ou rachaduras. Tudo isso serve para garantir a integridade dos empregados e também dos próprios bens da empresa, além de prevenir despesas com manutenção.

Necessidade de gastos extras

Qualquer detalhe que necessite de ajustes é sinônimo de prejuízos para a sua empresa. Por isso, é importante que, ao alugar um galpão, o espaço seja totalmente otimizado para aumentar a produção e o lucro. Espaços que já contam com estacionamento próprio, por exemplo, dispensam gastos com serviços terceirizados e aumentam a segurança. E uma boa iluminação natural do ambiente, por sua vez, diminui os gastos com energia elétrica. 

Isolamento térmico e acústico

A exposição excessiva ao calor e ao barulho pode trazer danos sérios à saúde e ao rendimento do empregado. Além de aumentar os gastos com métodos alternativos de controle de temperatura (ar-condicionado) e abafamento de ruídos (EPIs). A boa notícia é que esse isolamento pode ser feito já no momento da construção do imóvel, com o uso de telhas específicas para esse uso. Ao pesquisar pelo galpão certo para locação, dê preferência aos que contam com as telhas sanduíche na construção.

Essas são as 5 principais dicas para seguir antes de alugar um galpão industrial. Você tem mais alguma sugestão? Compartilhe conosco. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.