Portões: 5 modelos que você precisa conhecer - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Portões: 5 modelos que você precisa conhecer

O portão é um dos principais itens de um imóvel. Além de conferir segurança e privacidade, ainda pode valorizar a fachada. Seja apenas para a circulação de pedestres ou permitindo também a passagem de veículos, um portão precisa ser muito bem planejado. Há várias opções de materiais no mercado para a sua construção, e cada uma delas tem características e indicações diferentes. Neste post, separamos cinco dos materiais mais usados em portões. Confira:

Portões de alumínio

Muito leve e prático, o alumínio é um dos materiais mais usados na fabricação de portões. Apesar do preço ser um pouco maior que o de portões de outros materiais, o investimento é compensado a médio e longo prazo devido a baixa necessidade de manutenção. Apesar da alta resistência à corrosão e à ferrugem, por serem leves, podem não fornecer muita segurança. Além disso, a alta condutividade térmica pode conduzir o calor ou frio excessivos para dentro do ambiente. A garantia varia bastante de acordo com a empresa que faz a fabricação e a instalação, mas geralmente fica por volta dos 5 anos.

Portões de madeira

Portões de madeira conferem mais estilo ao imóvel. Dependendo do design, pode dar um efeito moderno ou rústico. De qualquer forma, exigem muitos cuidados, incluindo a manutenção. O uso da madeira requer comprovação de origem legal e impermeabilização. Ainda assim, os portões feitos a partir desse material devem ser lixados, pintados ou envernizados para que não apodreçam com a ação do tempo.

Além disso, podem ser feitos de madeira maciça ou com outros materiais envolvidos, como MDF e MDO. Essa composição vai interferir no valor e na durabilidade do material.

[bloco_newsletter]

Portões de PVC e fibra de vidro

Os portões feitos em PVC são apenas revestidos com esse material. Por dentro, ele é composto de concreto ou aço. Esse revestimento é impermeável e, por isso, não oxida. Além disso, dispensam a necessidade de pintura, já que são resistentes e podem ser entregues ao cliente na cor desejada. As desvantagens são o peso (por causa do concreto), que impede a aplicação em portões com abertura basculante, as possibilidades de empenamento e produção de ruído com o tempo. A fabricação com fibras de PVC de baixa qualidade também pode ser um ponto negativo, reduzindo a vida útil do material.

Portões de aço galvanizado

O aço é mais barato e resistente que o alumínio, não tem necessidade de manutenção e nem pintura como a madeira, além de ser muito mais durável que o PVC. Por ter passado pelo processo de galvanização, o material é mais resistente à corrosão e à oxidação. Devido a qualidade do material, as garantias podem chegar a 20 anos ou mais.

Os portões feitos em aço galvanizado podem ter isolamento termoacústico, tendo um painel de poliuretano ou poliestireno em seu interior ou ainda ser construído no formato “sanduíche”, com duas chapas de aço nas extremidades e o material isolante no meio.

Esses são os cinco tipos mais comum de portões. De todos os materiais apresentados, o aço é considerado a melhor opção disponível no mercado pelas vantagens sobre os outros. Tem alguma dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.