Tipos de laje e suas vantagens - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Tipos de laje e suas vantagens

As lajes são estruturas planas nas quais o comprimento e a largura são maiores que a espessura. Elas são muito utilizadas nas construções brasileiras, mesmo quando a construção conta com coberturas de telhas, por oferecerem maior isolamento e funcionar como uma espécie de forro. Elas podem ser divididas em duas categorias principais: as maciças e pré-moldadas. Falaremos de cada uma delas indicando suas vantagens.

Laje Maciça

Esse tipo de laje é moldada na própria construção e é feita de concreto. Sua confecção é realizada a partir de uma forma de madeira na qual se despeja o cimento. Antes, uma armadura de vergalhões metálicos é montada para conferir maior resistência. Posteriormente, basta esperar a secagem.

As principais vantagens desse tipo de laje é a resistência à trincas e fissuras e o acabamento liso. Contudo, o procedimento para sua confecção consome muita madeira, além de ser uma estrutura muito pesada e com custo elevado. As lajes maciças são classificadas em diferentes subtipos. Os mais comuns são:

Cogumelo

Esse tipo de laje maciça se apoia diretamente nos pilares, e deve ser construída com o cuidado em reforçar o ponto de apoio para evitar que o pilar fure a laje.

Nervuradas

Nesse caso, são construídos uma laje inferior, um conjunto de vigas que é concretado junto a ela e uma laje superior. O resultado desse processo é a chamada laje nervurada ou “caixão” perdido.

Laje pré-moldada

As lajes pré-moldadas são geralmente confeccionadas em concreto preenchido com outros materiais. Elas são produzidas por fábricas e posteriormente instaladas na obra. As principais vantagens dessa opção são: o valor acessível, economia na utilização de madeiras, fôrmas e outros materiais, e facilidade de montagem. Por outro lado, é preciso que sejam perfeitamente projetadas para evitar problemas no acabamento e ocorrência de trincas. Alguns dos seus tipos são:

Treliçadas com lajotas de cerâmicas

São indicadas para preenchimento de pequenos vãos e construções de baixo custo. Trata-se de pequenas vigotas de concreto cobertas superiormente por uma armadura em forma de treliça, que é instalada lado a lado, enquanto o espaço entre elas são preenchidos por lajotas de cerâmica, sendo finalizada com a concretagem.

Treliçada com isopor

É um procedimento muito semelhante ao anterior, contudo, o espaço das treliças são preenchidos com blocos de isopor. Esse tipo de laje pré-moldada é mais leve e fácil de montar e instalar canos.

Painéis treliçados

Essa opção é interessante para utilização em vãos mais amplos. É formada por grandes painéis de concreto, que são encostados uns nos outros durante a montagem. Uma das vantagens desse modelo é a ausência da necessidade de acabamento na parte inferior da laje.

Steel Deck

Esse sistema é mais recente e vem sendo aderido em algumas construções. A laje steel deck é mista, composta por telha de aço galvanizado, concreto estrutural, conectores de cisalhamento, armadura adicional e telha nervurada, utilizando o aço na forma trapezoidal. As próprias estruturas servem de fôrma para o concreto. Dentre as suas vantagens estão a rapidez na construção, resistência ao fogo e sustentabilidade na obra.

Agora que você conhece os diferentes tipos de laje e suas vantagens, já sabe qual irá escolher para a sua construção? Deixe um comentário e nos conte qual seria a sua opção e por qual motivo. Assim você ajuda outras pessoas a se decidirem também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.